quarta-feira, 9 de abril de 2008

Das cozinhas

Não tem jeito. Basta juntar mais de dois e o lugar minervamente eleito para abrigar o papo, a cachaçada e o petisco é a cozinha. Fim de semana, artigos e ensaios para escrever, chega uma hora que só juntando a galerinha com o pretexto de discutir os pontos principais dos textos-base para dar uma aliviada.

E assim, inesperadamente a mágica acontece. Juntamos Guga, Renata e eu na casa da Ju. Menu du jour? Strogonoff de frango, batata palha e negrito para desinfetar. Resultado? Geral travada de tanta cafeína no sangue, peço pra sair e volto pra casa às 5h15, Guga e Renata só lá pras 9h00, quem sabe. A manhã tampouco nascera.

Outro dia, outra cozinha. Dessa vez aqui em casa para um almoço decidido na hora, mais negrito, mais papo, mais risadas e uma foto marcante, que remonta às mais antigas origens humanas, ao elo perdido.

Pimentae in anus autrem q'sucus est
Pimenta no anus alheio Tang é

2 comentários:

Pedro Favaro disse...

Foto de uma profundidade abissal...
heheheh

Raven disse...

Que entre para os anais da história, então!
Tá bom a piada é de péssimo péssimo gosto, mas o latim não lhe fica atrás... ^^