segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Dissolução

Desde aquele dia
em que nos demos as mãos,
em que você sorria,
que afastamos todos os nãos,
tenho sempre seu sorriso comigo
e viva na alma a sensação
que você é mais que amigo,
que é uma bênção, uma unção.

E venho aprendendo neste tempo
que tudo que é concreto
se dissolve no vento.
Que tudo é uma escolha
sem errado, sem certo,
como as duas faces de uma só folha.

Os ensinamentos que me dá
coleciono como diamantes
de valor inestimável.
E admiro tudo o que há
em seu coração de alegrias pulsantes
e de descobertas insaciável.

8 comentários:

leonardo disse...

"Impérios de pesado concreto se desfazem. Impérios de ilusão também. Meio as montanhas de pó, a dor perene. O vento retorna. Tentar se erguer soberano. Inútil, claro. O concreto é só disfarce de corações chorosos. Nas fibras, no emaranhado de artérias e sangue reside indissolúvel, o aprendizado."

(parte do comentário é inspiração de uma canção que o Theo e eu estamos ensaiando para revelar aos amigos de uma platéia seleta. Grande Abraço)

jefhcardoso disse...

Olá! Com licença; deixe que me apresente: sou Jeferson, um homem comum que gosta de escrever. Quando tenho um tempo saio vadio em visitas a blogs, seguindo a seta que aparece no auto da pagina inicial (próximo blog>>). Posso afirmar que é uma experiência “deliciante”.
Lindo poema (aplauso)! Quem o inspirou recebeu uma bela homenagem.
Quando encontro um blog bem legal eu posto um comentário e deixo o convite para que conheçam o http:jefhcardoso.blogspot.com/ . Pela proposta de seu blog creio que poderá encontrar algo em minha sessão em preto e branco, que data de novembro.


Parabéns por seu blog, e desculpe a intromissão.
Abraço: Jefhcardoso.

STAP TOPS TO BE disse...

desculpe me intrometer no seu blog, gostei muito dos poemas e do jeito que ele é feito.

parabéns

um beijo,
line

Simplesmente Outono disse...

Passo para desejar um Natal na magnitude do teu mereciemento.

Desejo ainda que 2010 seja um ano repleto de sonhos realizados, de amizades fortalecidas, de amores vividos.

Permaneço afastada das letras por motivos que indepedem da minha vontade.

"É impressionante a força que as coisas parecem ter quando elas precisam acontecer". Permeada verdade com uma intensidade que jamais pensei suportar.

Deixo-te minhas folhas com o mesmo carinho de sempre ressaltando a saudade do nosso contato.

Simplesmente Outono.

R. Paschoal disse...

Feliz Natal, Lex

disse...

Que lindo Lex!

Simplesmente Outono disse...

Volto com o mesmo carinho, admiração e respeito de sempre.
Folhas secas para alguém extremamente especial em suas expressões.
Simplesmente Outono.

Aline disse...

Que legal... Seu blog é tudibão! Sabe... até que gosto de sentar no chão da cozinha enquanto mamãe faz algo bom pra deixar nossa noite saborosa. Obrigada pelo cafezinho...

Aline.